domingo, 13 de dezembro de 2015

A Justiça é uma Cega, Porém Rica


Querido diário:

Os butiá ainda não terminaram de me caí dos bolso. No dia 11 do corrente, a página 10 de Zero Hora (a indefectível...) tem uma notícia com o título "TJ detalha medidas de socorro ao Estado". Li daqui e dali e cheguei em um box que me deixou doido, os butiá pulando feito guariba (nota 1):

* Renúncia de R$ 60 milhões, referente à suplementação orçamentária, que deveria entrar na conta do Tribunal de Justiça em 2015.
* Transferência para o Estado, nos próximos três anos, de R$ 1,2 bilhão, correspondente à metade do que o TJ tem direito com os rendimentos dos depósitos judiciais, conforme lei aprovada em setembro passado. O repasse já está ocorrendo. Até o final de 2015, deve somar R$ 150 milhões.
* Adiamento de nomeações de servidores concursados, de 60 novos juízes e de 30 desembargadores, além do cancelamento de licitações para obras d nova sede do Arquivo Geral, e de instalações em Candelária, Herval e Rio Grande. A medida representa suspensão de gastos de R$ 168 milhões que o TJ pretende abrir mão para garantir o pagamento do 13o. salário dos servidores.
* Em 2016, o repasse do Estado para o orçamento do tribunal será o mesmo deste ano, equivalente a R$ 2,99 milhões. O que tende a crescer são as receitas próprias referentes a cobranças de taxas, custas e emolumentos.

Apoplexia, meu caro, apoplexia. Receita própria? 30 desembargadores para 60 juízes? Vou te contar. Nunca esquecerei de um primo afastado que trabalhava na CEEE (há 25 anos, or so) e tinha vergonha de dizer quanto ganhava. Já falei nisto. No wonder, a CEEE quebrou vergonhosamente. No wonder, a justiça também. O sistema judiciário brasileiro acabou. Penso às vezes que foram as drogas, a corrupção de juízes e policiais, mas não é tudo.

DdAB
Nota 1: a vida inteira pensei que guariba fosse um peixe, tipo piava, altamente puladeira. Olhei no dicionário agora e deu bugio, como os há às pencas por estas bandas. A banda de lá tem aquela canção "Convidei a comadre Sebastiana prá dançar e xaxar na Paraíba. Ela veio com uma dança diferente e pulava que nem uma guariba. E gritava A, E, I, O, U, ipsilone." Jackson do Pandeiro!

Imagem: aqui. Parece que encomendei, não é mesmo?

Nenhum comentário: