sábado, 19 de setembro de 2015

Ulysses: não era apenas Guimarães Rosa, pois...


Querido diário:

Faz um tempinho que falei nos dois pontos de nosso permanente objeto de estudos, nomeadamente, o Ulysses de James Joyce (aqui). E lembrei de tudo isto, ao ler Campos de Carvalho (aqui). Onde? No livro

Vaca de nariz sutil. 2008 Rio de Janeiro: José Olympio, 4ed.

(A primeira edição é de 1961, pela Civilização Brasileira, que foi a que li originalmente e agora, claro, reli a de José Olympio. A da Civilização esfumou-se no tempo.)

(Mas meu balanço hoje é, contando com esta da José Olympio, que parece ter algo a ver também com a Saraiva, também sou feliz proprietário de suas outras obras assumidas, nomeadamente, A Lua vem da Ásia, A chuva imóvel e O Púcaro Búlgaro. E também adquiri há tempos os quatro volumes reunidos em um volume (!) pela própria José Olympio.)

E que é mesmo que fala este autodeclarado especialista na primeira sentença do Ulysses joyceano? Pois, afinal, esta postagem é sobre

(  ) James Joyce e seu Ulysses
(  ) Guimarães Rosa e seus dois pontos

Responda, se for capaz. Mas o fato é que o que farei mesmo é listar o que pude detectar de dois pontos duplos e até alguns tripos em frases desta Vaca de nariz sutil. Por exemplo, a página 66b (ver lá adiante) que tem três vezes os dois pontos e ainda outras. Então vejamos o que penso ser o levantamento exaustivo do livro. Isto não garante que realmente o seja.

Página 24 :: ... um trecho de ópera-bufa: por que não anunciaram logo preservativos e fuzis-metralhadoras, coisa de muito mais valia e lucro certo? - ou qualquer outra arma para matar o próximo enquanto não chega a outra guerra: no útero...

Página 30 :: ... não prejudicar o pas-de-trois: quando se mudavam eu estava que era pele sobre osso: hipocondria peristáltica...

Página 31 :: ... as pernas para cima: até hoje choro tê-lo deixado escapar: um efebo...

Página 35 :: ... e que paz: - às seis horas, o portão fechado, eram donos do seu mundo, não se via vivalma nem morta nas imediações, o fogo-fátuo só incomodara mesmo no princípio: a gente se habitua a tudo...

Página 37 :: .. Suzana era como se chamava: Suzana filha de Suzana, filha de Suzana, filha de Suzana, e assim por diante, nome de guerra pura e simplesmente: mas angelical.

Página 38 :: ... funcionário bem-comportado: abriu-se um verdadeiro abismo ... ao lado daquela sepultura: as outras eram como se não existissem...

Página 41 :: ... altamente compensadora: por falar nisso ... e ainda mais míope: quero uns óculos...

Página 50: .. fora até divertido: podem matar à vontade, é só atirem do joelho para cima; você aí: que é a alma do canhão?

Página 59 :: ... peripécias do navio: pode-se até sentir o velame drapejando... a lua refletida nas águas: rota mantida...

Página 60 :: Talvez esteja sonhando: não estou; ou bêbado: nem tanto...

Página 65 :: Até que enfim, já não era sem tempo: CAVALHEIROS: devo ser eu.

Página 66a :: ... foi o que eu quis dizer: por que fui logo pensar ... era esta mesma coisa: só apontem para a frente...

Página 66b ::: ... sair de jeito nenhum: a verdade é que... nunca até aqui: U-R-B-A-N-I-D-A-D-E - cheira a amoníaco, ou ... propriamente dita: PROPRIAMENTE DITA - e que será...

Página 67-68 :: Garçom, uma última dose: NÃO, é inútil... terrivelmente cansado: TERRIVELMENTE, eis exatamente...

Página 70 :: ... dar os meus rugidos: esse frio prova... azar do Exército: paguem e não bufem!

Página 73 :: ... o mundo por terminado: cada um dá o que pode... ao seu alcançe: ser Deus é uma responsabilidade...

Página 80 :: ... se houvesse um aqui na praça: a enorme faixa... estar tanto quanto eu: SALVE OS NOSSOS HERÓIS, SALVEM! - por via das dúvidas: esses assassinam até a língua...

Página 83 :: ... quanto mais dos outros: o que está escrito... nem sequer a mim: o mundo não teria razão de ser...

Página 83-84 ::: ... quanto menos anódino: -- onde fui eu arranjar este anódino? deve ser o desfile, só pode ser o desfile, em véspera... não antes nem depois: ECUMÊNICO, ECUMÊNICO - sentia-a no céu da boca e em vão tentava engoli-la: também desaparecia...

Página 85 :: ... me faria mil vezes matar pela outra: a verdadeira: a única.

Página 87 :: ... seus sonhos: um belo dia... em assustar os vivos: irresponsáveis é o que são.

Página 87-88 :: ... não sou capaz: afasto a mecha.. fera acuada: OU ELE OU EU.

Página 88 :: ... as narinas arfantes: -como uma fúria... fremente e esquiva: os dentes de criança.

Página 93 ::: ... menos manda l´dentro: entronizaram-no com latim e tudo e lá ficou entronizado: se desse um pio... o tenham posto ali como ameaça: no meu caso...

Página 95 :: ... muito menos com argumentos: só se eu lhes mostrasse... sala toda iluminada: e nem assim se convenceriam.

Página 99 :: ... o céu e as nuvens: PUXE A CORRENTE EM CASO DE ALARMA: quem não está satisfeito...

Página 100 :: ... use-os qualquer vaca, ou árvore: por pouco não batem na janela, eles mesmos não enxergam: até meu nariz ficou mais leve...

Página 101 :: ... ainda que não o esteja: punha a correr... ou por trás: já não eram...

Página 102a :: ... cobrar as passagens: a esse tanto se lhe dá... é um pouco como eu: só que conserva os óculos.

Página 102b :: ... do cemitério na menina: uma coisa triste: já lhe basta o drama...

Página 103a :: Este eu vou levar para fumar depois: o senhor sabe... um juiz íntegro assim como Vossa Excelência: é íntegro mesmo que se diz, não?

Página 103b :: De repente: MAS O SENHOR NÃO IGNORA QUE SE TRATAVA DE UMA DÉBIL MENTAL: OU PRETENDE TAMBÉM IGNORAR ISSO?

Página 104a :: ... e foi o que valeu: débil mental é aquela psssoa que o senhor sabe, eu não quero ofendê-lo mas assim o senhor me obriga, nem eu vim aqui para ser ofendido: ofenda-me mas não ofenda a quem o senhor nem conhece...

Página 104b :: ... e o que não queria: o caso com a mulher do prefeito... com ar meio suspeito: se o senhor não toma cuidado...

Página 105 :: ... nem sei o que teria pensado: u então eram as raízes dele... além do que fui: de qualquerforma um mistério.

Página 107 :: Algum chato: vai ver que o trem parou e eu nem percebi: cair do céu é que não caiu.

Página 108 :: ... ao meu quarto e à minha cama: meu passado me pesava... só me lembrava dos deles: um soldado desconhecido...

Página 109 (a última da novela, o penúltimo parágrafo inteirinho) :: Aproveito para entrar no meu desrumo: deixo-vos os trilhos, vou ver se ainda me alcanço: não disponho de vossa eternidade para viver, muito menos para pensar.

[E agora, com parágrafo de apenas quatro palavras, conclui olimpicamente:] É agora ou nunca.

Ainda não fiz o levantamento exaustivo dos quatro pontos no Ulysses e nem garanto que irei fazê-lo nos próximos anos. E será que haverá seis pontos, ou seja, três sequências de três pontos, bem encontradicinhos em Campos de Carvalho? Talvez, entretanto, faça este levantamento. Faça-o outro, se tiver pressa. A presa seria mais uma questão de como fazê-lo. É agora ou nunca (estamos na página 109, não é mesmo?).

DdAB
Imagem de vaca nada sutil aqui.

Nenhum comentário: