quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Ontem na Fadergs


Querido diário:

A Fadergs está aqui. E eu lá, sendo filmado por todos os lados. Nunca fui tão avaliado cenicamente, fora a aula propriamente dita.

Fui convidado pelo prof. Christian Velloso Kuhn, meu dileto ex-aluno, um dos mais instigantes que já tive. E falei em sua aula inaugural da disciplina de macro com o título

Macroeconomia: fundamentos e aplicações.

Quem me acompanha no blog há de saber sobre o que preparei: matriz de contabilidade social, fluxo circular da renda e origami macroeconômico.

Ao estudar um paper cuja leitura originou-se de uma dica que me deu o prof. Sabino Porto Jr., cheguei a uma conclusão bem comportada: parece-me que o origami macroeconômico pode ser visto como um quadro de referência geral, com supostos específicos (muito muito específicos). O origami, que nada mais é que um quadro estilizado do equilíbrio geral macroeconômico, com suas funções lineares de duas variáveis), é um quadro de referência para, a partir dele, começarmos a impor "complicações", como a não-linearidade, a perturbação das escolhas por ilusão monetária, por racionalidade ausente ou incompleta, e por aí vai.

DdAB
P.S. E quem não "acredita" em equilíbrio? Esse pessoal não é interlocutor para este tipo de modelagem, ainda que mereça viver sua vidinha desequilibrada...

Nenhum comentário: