quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Rei Nato


Querido diário:

Escrevi no Facebook:

Todos sabem que sou de valorizar mais a tristeza do que a alegria? Bem sei, meu astrólogo assegura, tratar-se de um defeito, traço que foi sendo visto como virtude apenas pelos poetas do tempo antigo. Em compensação, os astros indicaram que minha verdadeira vocação é torcer por todos os clubes de futebol do mundo, destacando-se o Grêmio e o Internacional. Mas também gosto muito do Atlético Mineiro, tendo pensado até em ungir como imperador do Brasil o jogador Reinaldo, de quem a torcida atleticana (e todo o resto da esquerda nacional) clamava "Rei, rei, rei. Reinaldo é nosso rei."
Segue-se logicamente que agora estou feliz pelo Grêmio e sigo apreensivo com o Inter. Um corolário é que vi no mural de Cezar Salles uma contribuição de Murilo Nagel que reproduzo como foto aqui.

E Christian Velloso Kuhn (aqui) complementou, sugerindo que, para além de Reinaldo, o Grêmio tem um Rei Nato, o impagável Renato Portalupi.

DdAB

Nenhum comentário: