terça-feira, 15 de novembro de 2016

Breve Balanço da Relevância do Conceito de Equilíbrio


Querido diário:

Balanço. Em inglês esta palavra é o que significamos ao dizer "equilíbrio", em português. A ideia de balanço nos é aproximada pela mais comezinha presença física de uma balança "de feira", do tempo antigo, em que havia pesos em um dos pratos e a mercadoria a ser adquirida, digamos, tomates, na outra.

No mundo econômico, da feira livre e dos tomates, dos acres e das mãos, existe uma dualidade básica do espaço das mercadorias: as compras foram iguais às vendas ontem em todos os mercados. Gerou-se um vetor de preços, algo mais concreto que a própria concretude da realidade tangível... Não é temerário afirmarmos que pelo menos alguns, talvez todos, esses preços do equilíbrio de ontem fossem indesejados. Mas a questão se impõe: houve um vetor de preços, então por que não basearmos nossas adivinhações do vetor de amanhã na informação hoje colhida sobre ontem?

DdAB
Ali nos encimando, uma balança de Roberval.

Nenhum comentário: