segunda-feira, 3 de outubro de 2016

O Brasileiro, Tosco e Bizarro: foi às urnas ontem


Querido diário:
Ontem não escrevi, anteontem escrevi um título assemelhado. Hoje nem saberia o que dizer, exceto obviedades válidas para todo o Brasil e, se falarmos em desunião, também especificamente para Porto Alegre::
.a. a esquerda está brincando de aguçar as contradições do capitalismo, antes de dar nele seu bote final,
.b. o PT converteu-se num pequeno partido,
.c. na figura lá de baixo, consagraram-se, em Porto Alegre, os votos brancos, nulos e abstencionistas, vencendo o primeiro turno.
.d. a esquerda, na tentativa de aguçar as contradições internas, e mal computando, deu os seguintes vexames: PT, 117225; Psol, 86352; PTB, 97939 e PSTU, 2554; Subtotal, 304070. O PSTU não elegeria nem mesmo um vereador (o último colocado, Obiloni, fez 3569 votos)..
.e. pensando no futuro, sei que há várias possibilidades para a esquerda porto-alegrense.
Destaco:
.a. não ir votar
.b. ir votar nulo
.c. ir votar em branco
.d. ir e votar em Marchezan
.e. ir e votar em Melo.
Destaco-me: irei, votarei, voltarei, não morrerei na guerra, isto é, votarei em Melo, pois -depois de abstinência e voto nulo, além de voto em nulidades- decidi reabraçar o voto útil. E será útil?

DdAB

Nenhum comentário: