sexta-feira, 4 de março de 2016

Lula e o Sistema Judiciário Brasileiro


Querido diário:

Apenas às 10h00 da manhã de hoje, vim a saber da 'condução forçada' de Lula pela polícia. Isto me deixa estupefato e já vi uma boa meia-dúzia de manifestações sobre o tema. No Fb, a primeira que vi foi de Carlos Paiva. Lá escrevi o que segue:

Sou de opinião que uma pessoa do porte de Lula não deveria "ser conduzido", mas receber em sua casa um delegado -que seja- e um escrivão para colher-lhe o depoimento. Uma vez que vivemos em um país sem sistema judiciário decente, não há -da parte dos cidadãos 'encarregados'- sistemáticas ações voltadas a 'promover a justiça'.

Depois vi outra manifestação muito interessante de Christian Velloso Kuhn.. E acrescento: nunca houve justiça, mas hoje vemos uma completa falta de senso comum e atentado ao princípio da gradação das penas, se é que delas estamos falando. Para constar, deixo bem claro que, desde a bolsa família, passei a considerar Lula o maior político do Brasil, em todos seus malditos tempos

DdAB
P.S. Se o tema é árido, meu tirocínio não é obnubilado por ele. Então lá mesmo no Fb escrevi: Consegues ler a legenda que fiz para esta foto? "Duilio de Avila Berni rindo de quem acha que o Brasil tem um sistema judiciário decente."

P.S.S. Então achei por bem meter minha lata mesmo lá encima. Como se diz: estou dando minha cara a tapa, pois é um momento de apoiar um ídolo nacional sem mediações, sem concessões.

2 comentários:

Anaximandros disse...

Meu querido professor, vi de ver, seu comentário, seu post no facebook e aqui, como faço todos dias, nesse fatídico caso, ouso discordar, não existem santos, todos são humanos de largas fraquezas. Dito isso, não sei se ousaria tanto, um estrategista, pensaria melhor e desenharia outro ardil para não vitimizar o provável cometedor de delitos. Outrossim, a condução coercitiva foi aplicada a inúmeros outros, empresários, políticos, e etc, assim, no meu modo simples de ver, não ousaria impor o salvo conduto a ex-presidentes que simpatizo ou não. Um abraço, s.

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

Ponto respeitável, meu filósofo, bardo, economista, matemático, jogador, piadista, pai, marido, filho, e por aí vai, preferido! Para não avançar na polêmica em que me enrusti e que até me deprime, brinco também contigo com a saída de emergência que usei em um comentário da Cida lá no Fb: há, sim, dois santos. São Luiz e Santo Inácio! All yours.
DdAB