segunda-feira, 7 de março de 2016

Lula Lá (em 2018)


Querido diário:

Não que esta fosse minha palavra de ordem há 72 horas, mas achei intolerável e agora entendo mesmo ter sido arbitrária a "condução" de Lula. Já exagerei dizendo que ele é nada mais nada menos que São Luiz e Santo Inácio. E lembro que uma vez vi o cantor Tunai, na reitoria da UFRGS, falando que "enfezado" seria a senhora do intestino irritável, hehehe. Segue-se logicamente que esta charge do Armandinho é genial!

DdAB

2 comentários:

Fabio Cristiano Pereira disse...

Bom dia Caro Mestre Duílio!
Aprendi logo cedo, talvez antes da adolescência, que professores e Mestres são diferentes.
Professor, é aquele que vem, enche o quadro (verde, daqueles de nosso tempo), explica alguma coisa, e vai feliz para casa, quando bate o sinal!
Mestre, é aquele que nos inspira, nos serve de exemplo, e fica sempre em nossa memória!
Por seus textos, suas idéias e comentários, estou até torcendo para que exista sim o Lula Lá 2018!
E se acontecer, estarei fortemente inclinado a mudar minha opção de "Nulo" para "13" naquela maquininha da seção eleitoral!

By the way, achei ótimo o seu comentário no meu post "Random Precision". Já incluí a sua indicação do livro para minhas aquisições futuras!
Grande Abraço!
Fabio Cristiano.

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

Querido Fábio:
Sabes que a velhice vai dificultando o controle das emoções? Não, claro. E sabes que quase me fizeste chorar de júbilo com o que disseste acima? Procurarei sorrir e rir de alegria. Sobre minha adesão à campanha Lula/2018, confesso-te que minha incorporação a ela não é eterna. É que hoje me parece que um pequeno grupo de leitores/as de direita de meu blog deve entender que o estilo de fazer política do próprio Lula, mas especialmente dos que lhe fazem oposição escabelada e personalizada, é algo que devemos deixar para trás. Copiaram-lhe o estilo, mas não a bondade, a solidariedade com os menos aquinhoados. E eu me divirto com a possibilidade de ajudar a assustar aquela turma com a candidatura dele ou de seu/sua indicado/a.

Talvez te divirtas com a postagem que farei em instantes aqui mesmo e lá no Facebook sobre "política", como vejo as comemorações sobre a condição feminina.

DdAB
P.S.: o livro que abriga o capítulo de Bronfenbrenner deve estar disponível para xerox em alguma biblioteca próxima a ti. Ele me influencio "prá burro", ou melhor, ajudou-me a cultivar uma postura de tolerância metodológica. E a desfazer o preconceito contra boa parte do pensamento neoclássico.