sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Ensinando "Introdução à Economia"


Querido diário:

Primeiro: "Introdução à Economia" não é uma disciplina em si, no sentido de que o são as "Finanças Públicas", a "Econometria" ou a "História do Pensamento Econômico". Parece-me que seu objeto eterno deve ser transmitir uma visão da ciência econômica moderna para iniciantes, de modo a capacitá-los a continuar estudando outras disciplinas, integrando-se no todo. Acredito, alternativamente, que o egresso de "Introdução à Economia" não terá condições de discutir temas muito avançados, precisamente pela razão de que ele/iniciante não tem tempo nem formação para aprofundar-se na teoria. Exagerando um pouco, parece que um objeto sensato para este curso consiste não em estudar a realidade econômica, mas sim conjuntos de teorias que permitam sistematizarmos o conhecimento dessa realidade, de modo a começar a entendê-la. Com sorte, o aluno, ao final dos quatro anos de curso de graduação, e somente por aí, estará apto a manter conversação a respeito dos da empresa e da economia agregada.

O tradutor para o espanhol do livro de introdução à economia de Richard Lipsey apresenta o que me parece o ideal em termos de um curso de "Introdução à Economia (página VI da 1a. edição de 1972):

un curso introductorio vendría dado por quatro partes, una primera dedicada al estudio de la formación evolutiva del concepto, siguiendole otra sobre questiones metodológicas, una tercera sobre sistemas y formas de organización económica y por último la concerniente al analysis económico. (ênfases no original).

A experiência ensinou-me a não falar em método antes de ensinar teoria. Deste modo, inicio o curso falando naquela aula inaugural sobre o mundo visto sob a luneta do economista, despontando as empresas e o movimento do sistema como um todo (produto, emprego e preços). Em seguida, falo no papel dos modelos econômicos na construção da teoria, falo do modelo elementar da formação do preço e do modelo do fluxo circular da renda (hoje em dia, certamente, falaria no modelo completo daqui). Em seguida, dou cursos elementares de microeconomia e macroeconomia. No primeiro, mostro a determinação do preço em um mercado do qual se conhecem as curvas de oferta e procura. No segundo, basicamente também mostro isto, mas levo o aluno a percorrer todo o percurso do modelo IS-LM.

Claro que torna-se necessário abrir um item chamado de "problemas contemporâneos", ou algo similar. Neste caso, deve-se discutir um conjunto de grandes questões, como "capitalismo monopolista", "empresas multinacionais", "finanças internacionais", "socialismo realizado", "rearmamento", "subdesenvolvimento", "racismo", "sexismo", "estagflação", "crescimento econômico", "meio-ambiente", e outros.

DdAB
A linda e resplandecente imagem lá de cima veio daqui.

Nenhum comentário: