segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Filhas de Milico e os 75 Anos de FHC


Querido diário:

Todos sabemos que o reinado de Fernando Henrique Cardoso, na USP, no senado, na Sorbonne, em Cambridge, em sei-mais-lá-onde não durou tanto tempo, todos os 75 anos de que falo agora. A herança deste senhor foram os 75 anos como idade mínima para um trabalhador se aposentar "por idade".

Com 75 anos, bem sabemos, a maioria estrondosa dos trabalhadores já está morta há muito tempo. Ou, pelo menos, como dizem os galhofeiros, morreu, mas esqueceu de deitar.

Em compensação, hoje fiquei sabendo que está rolando no FaceBook uma diatribe contra -não sei se o governo- a mulherada que ganha dinheiro de pensão de soldados, de milicos em geral. Destaca-se por beleza -não era a mesma fonte- a sra. Maitê Proença. Eu mesmo já vou destacando a neta do general Médici, que teria sido adotada como filha para não reduzir estes estipêndios. E até gente próxima, da família, anda recebendo este dinheirinho, que -em muitos casos- chega a ser gritante.

Em compensação, o FaceBook diz que as garotas requerem um desembolso do tesouro nacional de R$ 5 bilhões. E, para compararmos, isto é apenas 1/6, mais ou menos, do déficit encaminhado no orçamento ao congresso nacional. Mas o mais escandaloso é a última compensação: isto seria até mais dinheiro do que o que o governo paga na bolsa família.

Fernando Henrique Cardoso criou a escandalosa elevação da idade para aposentadoria. Luiz Ignácio Lula da Silva a manteve, o mesmo fazendo-o a indigitada sra. Dilma Vana Linhares Rousseff. E que dizer deste trio, em matéria de legislação favorável ao aborto, à política de drogas, à política de combate à corrupção?

E quem paga a conta? Volta e meia se diz que o povo paga impostos em excesso, essas coisas, essas trivialidades inconsequentes que escondem -antes de mais nada- o ponto normativo resultante da concepção de mundo que alguns têm, e que não me parecem nada generosas.

Então volto a pergutar: quem paga a conta da forçação de barra da aposentadoria aos 75? Os jovens. E quem paga a conta da incapacidade governamental de ter transformado a bolsa família em programa da renda básica da cidadania.

Eu nem vou investigar agora mais sobre o assunto. De qualquer maneira, mesmo que fossem as filhas de milico responsáveis por apenas uma fração reduzida das possibilidades de ganhos mais substantivos para os pobres (dar dinheiro a pobre), se as somássemos às viúvas dos governadores, vereadores, prefeitos, chefes de seção, sub-chefes de seção, funcionários das repartições, detentores de cargos em comissão, toda essa malta que resistiu aos três governos de que falo e seus antecessores sinecuristas resistiram a milhares de outros governos, então poderíamos estar ingressando na trajetória que levaria o país à decência.

DdAB
Imagem: aqui.
P.S. das 22h: mantive-me encafifado com a informação (talvez mal-entendida por mim) de que aqueles 5 bi das garotas pagariam um ano de bolsa família para milhares de senhoras e senhoritas. Olhei aqui e vi que seriam apenas uns dois meses. Mas, cá entre nós, quantas de um lado e quantas de outro.

Nenhum comentário: