segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Bastidores do Erro


Querido diário:

Uma palpitante questão para mim, desde que Carla (pronuncia-se 'Carlá') Bruni (pronuncia-se 'Bruní') casou-se com Nicholas (pronuncia-se 'Nicolá') Sarkozy (pronuncia-se 'Sarcozí'), vivo na maior apreensão sobre quantos anos duraria aquele casamento. Pois não é que parece que eles seguem juntos? Mas minha apreensão aumentou quando comecei a ouvir falar que la Bruni viria a cantar em Porto Alegre.

Há tempos que entendi, na linha dos mendigos de Campos de Carvalho que ouvem rádios a pilha não porque eles os tenham alcançado, mas porque os radinhos é que os aculturaram, não é que Porto Alegre tenha alcançado o circuito do show bizz internacional, mas o contrário: a mercantilização das performing arts é que chegaram nesta província tão metida a besta e com tão pouco a oferecer em matéria de longevidade, padrão de vida, trato do meio ambiente, trato do leite, trato das crianças, e por aí vai.

Segue-se logicamente que Carla Bruni estará cantando esta noite no Teatro Bourbon Country (esta postagem por pouco não sai direto em inglês, hehehe). E diz o afamado jornal Zero Hora e deixou meu coração em sobressalto, pois diz a capa do 2o. Caderno algo sobre "beleza e glamour, a ex-primeira-dama da França..." Gelei, pois pensei: então largou o Sarcozi. E, em seguida,

Aos 47 anos, ela vem pela primeira vez ao Brasil mostrar seu quarto CD, Little French songs (2013). Carla estará acompanhada do tecladista Cyril Barbessol e do guitarrista Taofik Farah - mas, ao que tudo indica, não do marido, o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, com quem é casada desde 2008.

Em compensação, a página 6 do caderno principal deste mesmíssimo exemplar fala: "Sarkozy e Carla na Capital", mostrando uma foto da concorrida dupla com a não menos socializada dupla Cláudio e Rosângela Zaffari, que os receberam chez eux para uma janta (dizem em Jaguari) com "um grupo de empresários".

Pela lógica, ou é ex-primeira dama ou não. Ou Sarkozy está aqui ou não.

DdAB
Imagem: aqui. E parece que o nome do 'vivente buenacho'  (bon vivant) é mesmo Nicolas e não Nicholas.

Nenhum comentário: