segunda-feira, 1 de junho de 2015

Vilegiatura da Magistratura


Querido diário:

Tão escabrosa é a notícia da +Política da página 8 de Zero Hora de hoje que, além do que aqui digo, tento conter-me para não conspurcar a refinada linguagem que caracteriza meu Planeta 23:

Se prosperar a proposta de [Ricardo] Levandowski [presidente do supremo tribunal sobre a nova lei da magistratura], os magistrados terão auxílio alimentação, creche, educação (para filhos entre 6 e 24 anos), plano de saúde, extra de até 20% do subsídio para pós-graduação, até três subsídios como auxílio mudança, pagamento de auxílio-transporte na falta de carro oficial e pagamento extra para participar de bancas de concurso.

Parece que estamos lidando com o quarto sentido dicionarizado da palavra "ladrão", conforme vemos na selecionadíssima imagem que hoje nos acompanha.

DdAB

2 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Duilio,

Por coincidência, li recentemente a proposta do Levandowski para a magistratura. De arrepiar o cabelo. Pra mim isso é crime contra as finanças públicas, ou melhor, contra o cidadão brasileiro mesmo, milhões dos quais não recebem nem metade do famoso auxílio-moradia destes crápulas!

Só bebendo!!!

Abraço,
Teixeira.

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

Caro Teixeira:
Ao pensar na postagem, que fiquei imaginando tua reação a mais esta sem-vergonhice. E fico pensando naquela alínea da constituição da república de que "todo poder emana do povo". E qual seria mesmo a legitimidade dos juízes em não se colocarem sob a hierarquia do congresso nacional?
DdAB