quarta-feira, 6 de maio de 2015

Bengalas e o Retrocesso Brasileiro


Querido diário:

A notícia destes dias, além do panelaço que acompanhou o programa partidário do PT, é que, por parece birra, Eduardo Cunha e seus miquinhos amestrados aprovaram a lei que eleva a aposentadoria compulsória dos funcionários públicos para 75 anos de idade. Pensam nos juízes, mas haverá pilhas e pilhas de outros adeptos da gerontocracia que vão querer espichar para si esta nova forma de manter-se no poder.

Nunca devemos esquecer que, por problemas de orçamento público, o presidente Fernando Henrique Cardoso elevou a idade da aposentadoria para 75 anos para os desvalidos da previdência oficial, num país em que a expectativa de vida é de 74 anos. Ou seja, um aninho e babaus!

Claro que isto é um breve contra o crescimento da produtividade em tudo que é rincão da vida produtiva nacional. Qual a saída neste mundo de absurdos? Education, education, education.

DdAB
Quem fez esta campanha? 75 anos de ensino de economia? Que ficou, se os economistas são incapazes de ensinar economia política (escolha pública, economia marxista) para os políticos e nem mesmo para seus assessores?

Nenhum comentário: