sábado, 7 de março de 2015

Corrupção: e o caso geral?


Querido diário:

Hoje a festa foi a lista de 54 políticos que afanaram ou são suspeitos de o terem feito dinheiro do povo. Temos agora a chamada "Lista de Janot", por analogia à de Schindler e dela constam mais de 200 milhões de políticos vinculados ao PP do Rio Grande do Sul. Diz um deles:

(...) destas empreiteiras, não recebi nenhum centavo.
[Jerônimo Goergen]

e

não tem 'nada a ver com quaisquer ilícitos relativos à Petrobrás.
[José Otávio Germano].

Outros também dizem coisas, mas o caso geral, que é o de não ter recebido dinheiro de nenhuma empreiteira ou ilícitos relativos, digamos, ao Banco do Brasil, parece não ter sido alcançado pelos dois próceres que tenho a honra de citar.

DdAB
Imagem: aqui.

Nenhum comentário: