sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Hai-Kai 100


Querido diário:

Nosso hai-kai n. 100, de autoria de MILLÔR, é:

ENFORCOU-SE O CALHORDA
ALGUÉM MURMURA
SURSUM CORDA.

Diz-nos o Planeta 23, imbuído da solenidade que cabe a uma centena de trovas:

Sursum corda
Coração dos tempos:
Ela canta, dança, esculpe, lava, seca, prega botão, faz curativo, pinta e borda.

DdAB
A imagem é propaganda da loja El Corte Inglés, da Estação São Sebastião do metrô de Lisboa. A razão da seleção prende-se à peculiaridade de um método de andar de bicicleta que criei há 30 anos e nunca falhou (como o de deixar de fumar, mas algo parecido falhou, que era a dieta de 1000 dias: fila e fracassei-la...). O método é: ande lomba abaixo, não tire os pés do chão enquanto não se equilibra, vá desenvolvendo o senso de equilíbrio, até que os pés ficarão no ar por momentos suficientes para dizermos que o método teve sucesso. A rigor, a modéstia me impede de dizer que houve dois casos de duas garotas que praticamente aprenderam, mas desistiram na última hora.

2 comentários:

Anônimo disse...

Ser sozinho é como andar de bicicleta:
você aprende aos poucos,
encontra o equlíbrio
e vai deixando os outros para trás.

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

Oi, anônimo:
Deixei os outros para trás,
Aprendi o reequilíbrio
E não os abandonei nunca mais.

DdAB