segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Do Verbo Faltar


Querido diário:

Falei aqui em Lisboa amar a turma de Floripa, os caixeirinhos, as caixeirinhas, que -quando entras na loja em que eles atuam- somos indagados: "Falta...". E devemos completar: "Um casaco, um maço de lenços de papel, uma garrafa de cachaça...". Aqui em Lisboa, o equivalente é: "Que mais falta?". E acho que isto explica aquilo. Mas também falamos, quando cansamos: "era o que faltava". No caso, estaríamos falando na sociedade brasileira contemporânea: "só faltava mesmo era um político honesto".

DdAB
Imagem: aqui.

Nenhum comentário: