sábado, 24 de janeiro de 2015

Dá Da


Querido diário:

Tenho uma revelação revolucionária. A palavra existe. Mas será por isto que escrevemos com acento? E o hífen, será que faz mesmo falta? Por exemplo, na margem de um livro que comprei barato e estou lendo, posso escrever

pa
la
vra.

Se ponho os hífens

pa-
la-
vra,

não melhora a compreensão nem em um milésimo. Ou seja, o hífen é pura redundância. Da mesma forma,, quem é que não sabe que eu posso dizer:

.a. dá-me o livro da capa verde

.b. da-me o livro da capa verde

entendo em ambos os casos que se trata do verbo dar. E por que não omitir o acento?

A entropia ainda pode comprometer o universo, pelo que sei. E entropia é informação redundante. Logo o hífen e o acento agudo no verbo dar são comprometedores!

DdAB
Imagem daqui. E aquele "alguém" da imagem poderia ser "alguem", não é mesmo?

Nenhum comentário: