sábado, 15 de novembro de 2014

Eu, Logo Eu, um Aecista?


Querido diário:

Aquele "C" ali no centro do quadrado lógico não tem lógica... Ou melhor, ele serve para mostrar que a lógica medieval está a serviço de Aécio... Ou melhor, besteirol é besteirol...

O que é que temos? O quadrado lógico é uma elaboração dos filósofos medievais sobre a teoria do silogismo de Aristóteles. Ele, quadrado, mostra como certos tipos de proposição se vinculam. Assim, define

A como proposições universais afirmativas: todo homem é mortal
E como proposições universais negativas: nenhum homem é mortal
I como proposições particulares afirmativas: algum homem é mortal
O como proposições particulares negativas: algum homem não é mortal (ou é imortal).

As proposições A e E são contrárias. As proposições A e O são contraditórias. As contraditórias entrecruzam-se dentro do quadrado lógico, o que me levou -dado o besteirol da postagem e o clima de besteirol da política brasileira contemporânea- a sinalizar com um C.

Tradicionalmente, fala-se, na leitura vertical das letras dos vértices do quadrado lógico como "AfirmO" e "nEgO". Pois vi que, inserindo aquele C no centro, fica nada mais nada menos do que o nome de Aécio. E não será isto o que se buscou? Um lógico? Na política brasileira?

E esta postagem pode ser considerada propaganda aecista? Claro que não (ver aqui), o mais provável mesmo é que esta postagem me custe um processo pelo Clube dos Lógicos.

DdAB

Nenhum comentário: