sexta-feira, 3 de maio de 2013

O Pós-Infinito

Querido diário:
No outro dia, estava lendo o livro

AZIMOV, Isaac (c.1977) O colapso do universo. São Paulo: Círculo do Livro

 que já citei aqui e dei-me conta de que o infinito é relativo e muitos poderiam usar sua negação para explorar os demais.

O que quero dizer é que acredito piamente que todos seremos reconstruídos. Aquele átomo original de que nos falou o filósofo Anaximandro (aqui) gerou um número facilmente calculável de outros. E todos poderemos ser reconstruídos em diferentes momentos de nossas existências. Se uma civilização antropomórfica deste próprio universo ou de algum Outro descobrir traços extintos de vida inteligente no Planeta 24 (terceiro planeta de Sol), é certo que eles farão todas as combinações possíveis de arranjos atômicos, de sorte que todos seremos reconstruídos (ressurreição?, muito mais complexo do que isto!) em todos os momentos de nossa existência. E o princípio da tunelagem fará com que uma delas cole e delas sigamos para o pós-infinito!

DdAB
P.S.: como chegar ao pós-infinito está explicadinho bem aqui.
P.S.S.: a imagem veio daqui. No outro dia, nem falei que essas naves serão todinhas feitas com Lego.

Nenhum comentário: