terça-feira, 30 de outubro de 2012

Não Li nem Lerei

Querido diário:
Com muito carinho, especialmente por não ter alternativa que me pareça razoável, leio diariamente Zero Hora que, carinhosamente, chamo às vezes de Zero Herra. O carinhoso epíteto, na verdade, não reflete tanto as questões de forma, mas de conteúdo. Neste caso, em linhas gerais, queixo-me da linha um tanto direitosa do jornal. Mas também me divirto (vingo?) observando seus desacertos formais.

Hoje vou comentar três, o que me joga para o marcador Besteirol. A primeira dá título à postagem.

Na p.5 do caderno Vestibular, tem uma interessante aula sobre as funções da linguagem, o que me permitiu compreender que falo prosa... A certa altura, diz-se:

O livro A Histórica do cerco de Lisboa, de José Saramago, explica o uso do código, ou seja, [...]

Mas se eu vier a ler A história do cerco de Lisboa não creio que venha a ler a frase em que, sob o ponto de vista formal, falta uma vírgula:

O meu livro, recordo-lho eu é de história, Assim realmente o designariam segundo a classificação tradicional [...]

Faltou a vírgula para fechar o aposto "recordo-lho eu", deslocada para o final {?}, o que deixou a descoberto o ponto que antecede o "Assim", não é assim?

Depois deste caderno, desloquei-me ao caderno principal, onde vi duas manifestações do "Não era isto..." que usei no título da postagem de ontem, que bem poderia virar marcador, hehehe.

Primeira: na p. 2, lemos, o que talvez sim, talvez não, seja uma incursão no mundo GLS:

Um homem somente apaga um amor no momento em que encontra outro.

Segunda: na p. 10, vemos agora:

O PMDB tem a comemorar o fato de ter sido o partido com maior número de prefeitos no Brasil. São 1.031, número 14,15% menor do que em 2008.

Fiquei pensando naquele negócio de arrancar alegria ao futuro: comemorar que 1.031 é um número primo? Comemorar que o número de prefeitos caiu?

DdAB
Imagem daqui, obtida ao pedir "primo inter pares".
P.S.: e os erros de conteúdo e de português que cometo aqui no Planeta 23? Felizmente não estamos falando neles, hehehe.

Nenhum comentário: