quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A Grécia, os Juros Compostos e a Crueldade

querido blog:
as primeiras notícias que tive realmente sérias sobre a Grécia foram na obra infantil de Monteiro Lobato, os "12 Trabalhos de Hércules". Emília, Pedrinho, Narizinho, o Visconde de Sabugosa e Hércules. Emília mandando em Hércules deve ter inspirado o filme "O Exterminador do Futuro", em que um guri determinava palhaçadas (não em seu julgamento) a serem executadas por Arnold Schartzeneger, governador da Califórnia.

cá vemos um simples exercício de juros compostos como prova científica da crueldade do governo grego e seus algozes europeus. o preço a pagar por não seguirem o que aqui digo é o desemprego, a desigualdade e a convulsão social, como é o que hoje vemos no Brasil do Gini 0,55. pois a tabela que segue mostra o quedizem ser hoje verdade: a dívida pública da república pós-platônica é de 140 unidades monetárias. o valor adicionado é de 100 unidades monetárias, cumprindo-se a razão de 1,4. pois imagino o que aconteceria se os gregos saíssem para uma saída menos ortogoxa do que cortar gastos e aumentar impostos indiretos.

supuz a renda crescendo a 7,2% a.a. (impossível? como disse Quincas Berro Dágua: cada um cuide de seu enterro, impossível não há). neste caso, o endividamento considerado criminoso pelos algozes europeus cairia destes 140 para meros 70 em 10 anos. graças ao juros compostos.
Tem-
po
Dívida PIB Razão
1 140 100,0 1,400
2 140 107,1 1,307
3 140 114,8 1,220
4 140 123,0 1,139
5 140 131,7 1,063
6 140 141,1 0,992
7 140 151,2 0,926
8 140 161,9 0,864
9 140 173,5 0,807
10 140 185,9 0,753
11 140 199,1 0,703

por que o governo grego não faz isto? por que o parlamento grego é tão inclinado a aceitar as tropelias que vêm sendo propostas pelo governo? ontem e ante-ontem comecei a refletir a respeito: probleminha de escolha coletiva. o povo não vota em quem o representa. problema de coordenação dos agentes. problema para os rapazes que fazem protestos nas ruas. dizem que foram 150 mil pessoas. o problema que hoje saliento é que a maioria ficou em casa. no Chile a maioria ficou em casa. nos Estados Unidos a maioria ficou em casa. o conservadorismo tende a levar a melhor. e o mundo tende a levar a pior. viver em planeta é perigoso, como tenho alertado. e viver em planeta gerido pelo clube da baixaria ainda é mais. tinha era que usar mais aquela clava.

DdAB

4 comentários:

Tania Giesta disse...

Duilio:ja estou em ritmo de Feira do livro.Sou como um livro. Há quem me interprete pela capa. Há quem me ame apenas por ela. Há quem viaje em mim. Há quem viaje comigo. Há quem não me entende. Há quem nunca tentou. Há quem sempre quis ler-me. Há quem nunca se interessou. Há quem leu e não gostou. Há quem leu e se apaixonou. Há quem apenas busca em mim palavras de consolo. Há quem só perceba teoria e objetividade. Mas, tal como um livro, sempre trago algo de bom em mim.

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

oi, Tânia:
que belo texto, sob color de poema, como diz lá o livro de Drummond.
DdAB

Tania Giesta disse...

...color? não seria "colar"?
Antigamente professores puniam quem colava, atualmente, ai daquele que nao respeitar e aceitar que seus alunos "colem" ...a tecnologia propicia isso, que nada mais é que uma pesquisa, uma leitura que o aluno realiza e usa-a para se intruir... RISOS
abraço

... DdAB - Duilio de Avila Bêrni, ... disse...

e é por isto que recomendo que o aluno receba cupons que lhe deem direito a determinado número de aqnos de educação gratuita. vencidos estes, o aluno deverá pagar. ou seja, vai passando de ano até graduar-se em alguma faculdade. formado, tá na rua!
DdAB
p.s.: em outras palavras, sou a favor de acabar com as avaliações valendo nota.
p.s.s.: já falei que há anos li numa parede do colégio de aplicação da ufrgs: "colégio não é prisão"?
p.s.s.s.: se as avaliações não valerem nota, só vai entregar quem as fizer, não é mesmo?