quarta-feira, 12 de outubro de 2011

"Capitalista Individual" Não Existe

querido diário:
na p.92 do v.1 da edição Penguin d'O Capital, de Karl Henrich Marx, o Prefácio à primeira edição está chegando ao final. na p.93, o final chega mesmo, escrito no dia 25 de julho de 1867, comemorado, um século após, como Dia do Colono no Brasil, com a famosa frase -para mim famosa por causa do prefácio mesmo- de Dante:

Segui il tuo corso, e lascia dir le genti.

em inglês: go on your way, and let the people talk. em português: vai em frente e não dá bola para fofoca.

mas antes, voltando à p.92, ele -Marx- fala algo interessante sobre o que eu mesmo volta e meia -que esqueço esta passagem- penso nas antropomorfizações. muito neguinho, hoje em dia, fala nos "interesses do capital". claro que o próprio Marx sabia isto, sabia que o capital não é uma pessoa, não vai ao mercado sozinho, como dirá mais adiante, no capítulo 26, se bem lembro.

diz ele, com minha tradução deste feriado de 12/out/2011:

A fim de evitar mal-entendidos [e, estou argumentando, fracassou...], permitam-me dizer o que segue. E não, em absoluto, seleciono o capitalisa e o proprietário rural em cores róseas. Mas aqui se fala em indivíduos apenas na medida em que eles são personificações de categorias econômicas, os envolvidos por relações de classe e interesses específicos. Meu ponto de vista, a partir do qual o desenvolvimento da formação econômica da sociedade é visto como um processo de história natural, pode menos do que qualquer outro fazer o indivíduo responsável por relações das quais ele próprio é apenas uma criatura, socialmente falando, ainda que em boa medida ele possa subjetivamente elevar-se sobre elas.

no outro dia, dei-me conta de que não pode existir uma única mercadoria. se ela é mercadoria, é porque foi trocada. e se foi trocada, é porque havia outra mercadoria. agora, vejo valer o mesmo raciocínio. primeiro: só existe capitalista enquanto classe capitalista se existir classe trabalhadora. em segundo lugar, só existe um capitalista individual se existir outro capitalista individual. se não existisse, não haveria concorrência, a lei fundamental de desenvolvimento do sistema capitalista.
DdAB
ps.1: será que sou exotérico? serei apenas um poor boy com uma story seldom told?
ps2: imagem daqui.

Nenhum comentário: