segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Priscila, a Independência e os Gaúchos

querido blog:
a vida é dura para quem passará o sete de setembro em Londres. não fui convidado a comparecer à recepção que tradicionalmente acompanha as embaixadas brasileiras no exterior. e lembro do show de Vinicius de Morais e Dorival Caymmi na boate Zum-zum, do Rio de Janeiro, não que o tenha visto, mas tivemos o disco bolachão e agora tenho-lhe o CD. ele, Vinicius, conta que passou um sete de setembro no porto do Havre, se bem lembro. o gran monde das recepções de embaixadas terá que ficar para nova leitura que ainda farei de "O Senhor Embaixador", de Érico Veríssimo.

pois bem. neste sete de setembro, irei ao teatro. ver Billy Elliot, se bem lembro o que já vi em filme, era um garoto escocês que queria e se tornou bailarino. vejamos se o garoto cresceu nesses anos todos. parece-me que vale o caso de alunos: estes não envelhecem... e no 20 de setembro, dia dos gaúchos? pois nesse dia, o musical "Priscila, a Rainha do Deserto" está na agenda. também vi o filme. e achei impagável a interpretação de Terence Stamp. vejamos agora, no teatro, quem faz o quê.
DdAB
imagem aqui. para mim, aquele negócio ali não é australiano nenhum e sim de algum daqueles satélites que nossos pósteros encararão em satélites destes bilhões de mundo que, in due time, ocuparão.

Nenhum comentário: