domingo, 18 de julho de 2010

"Eles Preferem as Ruas Geladas"

querido blog:
o título da postagem é o mesmo da matéria da p.20 de Zero Hora de hoje. "eles" são o que o autor do artigo, Carlos Etchichury, classifica como "recicladores de lixo". então a realidade é esta: há recicladores de lixo que vivem na margem do Lago da Ponte de Pedra, na Av. Washington Luiz esq. Borges de Medeiros (dois iluminados políticos brasileiros de seu tempo...), lá mesmo fazem sua "higiene pessoal", fogueirinhas para fugir ao frio, essas coisas. no terceiro nível da manchete, falava-se em "Assistentes sociais avaliam que esmola estimula a resistência dos sem-teto em procurar abrigo". vim a saber que os "assistentes sociais" é o presidente da Fasc (sigla que desconheço, Sr. Kevin Krieger. Para ele, diz o jornal, "[...] esmolas, e comida oferecidas pela sociedade estimulam a permanência nas ruas." e mais, diz uma senhora grávida: "Preferimis a rua. Não temos como levar para dentro dos albergues nossos carrinhos". Diz o jornal: "Às vezes, a razão é outra. Integrante do projeto Começar de Novo, o ex-morador de rua João Luís Costa, 45 anos, conta que muitos sem-teto preferem o relento, porque albuergues não permitem o consumo de drogas."

considerando que não acho que estes políticos sejam lá muito iluminados, e sem compromissos com a demagogia, além da que eu mesmo faço, dando a julgamentos de valor ou teoremas baseados em premissas (axiomas) aceitáveis, acredito que o problema seja bem diverso. parece-me que:
.a. o mendigo se enquadra numa das três categorias: ou é criança, ou é criminoso, ou é louco.
.b. o prefeito e seus auxiliares são loucos, pois não entenderam que o tráfico de drogas destruiu o Brasil e que a solução é a criação de salas de consumo para precisamente gente deste tipo e muito -diria o Diretório Acadêmico de meus tempos- burguesinho.
.c. mais ainda, há outro problema mais severo: as externalidades negativas criadas pelos moradores de rua em geral e por estes três habitantes da Rua Washgton Luiz são de tal peso que não há justificativa possível para a conivência municipal contra estes atentados de todos os recortes imagináveis contra o bem-estar coletivo.
DdAB
captura da imagem: http://3.bp.blogspot.com/_aiYp3a2604M/Si-8eV0A4mI/AAAAAAAABSM/bLLyflG_7EY/s320/calles.bmp. foto belíssima que veio com "ruas geladas".

Nenhum comentário: